Criminoso delata autoridades no Youtube

Criminoso delata autoridades no Youtube

Sedat Peker faz acusações graves contra pessoas como o ministro do Interior, Suleyman Soylu, e seus vídeos já somam mais de 56 milhões de visualizações. Após cumprir várias sentenças na Turquia, criminoso diz que agora está em Dubai, mas agência não conseguiu confirmar sua localização.

Quando Sedat Peker, um chefe da máfia turca condenado, começou a postar vídeos nas redes sociais no início deste mês, em que fazia alegações não corroboradas de corrupção, assassinato e tráfico de drogas contra políticos importantes, milhões de turcos sintonizaram para assistir.
Entre eles estava Can Gumusbas, especialista em marketing digital que acompanha os vídeos de Peker em seu laptop em casa. O jovem de 27 anos acredita que os promotores deveriam abrir uma investigação sobre as denúncias.

“Se nada for feito, a ideia de a Turquia ser um Estado democrático de direito se tornará absurda”, disse ele.

Alara, uma especialista em relações públicas que se recusou a fornecer seu sobrenome, também está colada à tela do computador.

 

Como muitos telespectadores, ela questionou a veracidade das alegações de Peker, mas disse que uma das razões para o fascínio das pessoas era que os vídeos contornavam a mídia tradicional na Turquia, grande parte da qual é controlada pelo estado.

“Isso reflete os tempos em que estamos, porque você tem um chefe da máfia que está transmitindo ao vivo… e ele pode falar sobre várias coisas, seus próprios assuntos sem nenhum filtro”, disse Alara, também de 27 anos, à Reuters.

Os sete vídeos que Peker postou até agora foram vistos mais de 56 milhões de vezes no YouTube.

Fonte: G1
Revista Celebridades

Revista Celebridades

DIRETOR RESPONSÁVEL Alexandre Platcheck MTB: 58.402/SP Whats: (12) 97405-0109 Os artigos, colunas e anúncios, não expressam necessariamente a opinião da Revista CELEBRIDADES.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.