Covid: Doria diz que SP vai aplicar 4ª dose da vacina em toda a população

Covid: Doria diz que SP vai aplicar 4ª dose da vacina em toda a população

O governador de São Paulo, João Doria (PSDB), afirmou hoje que o estado irá aplicar a quarta dose da vacina contra covid-19 em toda a população, “independentemente de recomendação do Ministério da Saúde”. A afirmação foi feita em entrevista à rádio Eldorado. “Avançando na segunda dose, possamos iniciar a dose de reforço, a quarta dose, seguindo também uma ordem de faixa etária, como fizemos na terceira dose”, disse. “Vamos adotar em São Paulo a quarta dose, independentemente de haver ou não recomendação do Ministério da Saúde”.

Ele não deu uma previsão de quando essa quarta dose começará a ser aplicada, mas disse que essa vacinação já foi confirmada pelo comitê científico e que o estado está preparado para começar.

A secretaria estadual de Saúde de São Paulo informou que o governador vai fornecer mais detalhes sobre a dose adicional em entrevista coletiva daqui a pouco, às 12h45 (horário de Brasília). Nesta semana, o ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, disse que a pasta discute a aplicação de uma quarta dose, mas que ainda não bateu o martelo.

“A área técnica tem discutido. A secretária Rosana de Melo, da Secretária Extraordinária de Enfrentamento à Covid-19] conversou comigo na sexta-feira passada e disse que o grupo técnico ainda não avalia aplicar quarta dose, mas, na prática, seria a dose de 2022”, disse Queiroga. Na última sexta-feira (4), o Ministério da Saúde divulgou uma nota técnica dizendo que não há dados suficientes para a recomendação da quarta dose da vacina.

A determinação atual da Saúde é para que a população tome a dose de reforço contra a covid-19 respeitando o prazo mínimo de quatro meses após a aplicação da segunda dose. A regra, no entanto, por enquanto só vale para pessoas acima de 18 anos. Mesmo sem a orientação do Ministério da Saúde, a cidade de Botucatu (SP) começou a vacinar idosos contra a covid-19 com a quarta dose do imunizante na segunda-feira, dizendo que esse grupo é predominante entre os internados nas últimas semanas.

Segundo dados do consórcio de imprensa do qual o UOL faz parte, 85,19% da população vacinável de São Paulo já recebeu as duas doses do imunizante. Estado não deve bater meta de vacinação infantil Apesar de ter a maior cobertura vacinal infantil do país, São Paulo não deve atingir a meta de vacinação prometida por Doria, que estimou que 100% do público entre 5 e 11 anos receberia a primeira dose em três semanas.

o comemorar a aprovação da CoronaVac para o público de 6 a 17 anos, em 20 de janeiro, o governador reforçou —em discurso e nas redes sociais— uma promessa que tinha feito no início do ano: poderia aplicar pelo menos uma dose em todas as 4,3 milhões de crianças do estado, nesta faixa etária, em até três semanas. Nesta conta, o prazo se encerra na próxima quinta-feira (10). Até o momento, apenas 52,39% das crianças receberam a imunização, de acordo com dados da secretaria estadual de Saúde.

Fonte: UOL

Revista Celebridades

Revista Celebridades

DIRETOR RESPONSÁVEL Alexandre Platcheck MTB: 58.402/SP Whats: (12) 97405-0109 Os artigos, colunas e anúncios, não expressam necessariamente a opinião da Revista CELEBRIDADES.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.