Protesto de motoristas de ônibus deixa SP paralisada

Protesto de motoristas de ônibus deixa SP paralisada

Segundo a SPTrans, motoristas retiraram as chaves dos carros e, em alguns casos, chegaram a cortar a correia do motor. Terminal Pinheiros e São Mateus ficaram com os acessos interditados por quase duas horas. Sindicato diz desconhecer motivação e nega ter organizado o ato.

Um protesto de motoristas de ônibus bloqueou os acessos aos terminais Pinheiros, na Zona Oeste, e São Mateus, na Zona Leste, de São Paulo na manhã desta segunda-feira (28).

De acordo com a SPTrans, ônibus municipais foram alvo de vandalismo desde as 6h em ambos os terminais. O Sindicato dos Motoristas diz desconhecer motivação e nega ter organizado o protesto.

No Terminal São Mateus, 13 ônibus foram atacados e o bloqueio chegou a ser total. Já no Terminal Pinheiros, três veículos foram danificados e os carros foram removidos. Por volta das 8h30, a operação já tinha sido normalizada.

Por conta dos atos, os pontos de ônibus registraram filas e aglomerações. O trânsito nas vias próximas aos terminas também foi afetado.

A SPTrans ainda afirma que às 7h, um grupo atacou dois coletivos, sendo um na Av. Ragueb Chofhi, na esquina com a Avenidade Aricanduva e o outro na mesma Avenida com a Av. Jacu Pêssego. Ambos tiveram os pneus esvaziados e provocaram a obstrução parcial do viário.

Segundo informações preliminares, um grupo de sindicalistas seria o responsável pelos atos. Eles retiraram as chaves dos coletivos e cortaram a correia do motor de alguns veículos.

Caso semelhante

Protestos similares ocorrem no dia 14 de junho, próximo ao Terminal Parque Dom Pedro II. Na ocasião, os motoristas desempregados bloquearam acessos e interrompeu a circulação de 33 linhas de ônibus.

Fonte: G1

Revista Celebridades

Revista Celebridades

DIRETOR RESPONSÁVEL Alexandre Platcheck MTB: 58.402/SP Whats: (12) 97405-0109 Os artigos, colunas e anúncios, não expressam necessariamente a opinião da Revista CELEBRIDADES.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.