Anatel faz alerta sobre o perigo de utilizar tv box pirata

Anatel faz alerta sobre o perigo de utilizar tv box pirata

A Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) tem intensificado seu combate às TV boxes irregulares, aparelhos que pirateiam o sinal de TV por assinatura e o acesso a serviços de streaming. Em novembro, ela encerrou uma consulta pública sobre a regularização da venda desses aparelhos, o que pode dificultar o acesso aos produtos sem homologação da agência. Agora, ela divulgou a conclusão de estudos que demonstram o perigo de utilizar esses aparelhos — que podem, inclusive, facilitar o hackeamento de celulares, segundo o órgão.

A Anatel conduziu estudos de engenharia reversa para avaliar as fragilidades da segurança dos aparelhos de TV box, testando as possibilidades de invasão e mau uso dos produtos. Em um dos testes, aponta o relatório com as conclusões, foi possível invadir aparelhos que estavam conectados à mesma rede que a TV box, como smartphones. “Equipamentos foram invadidos e neles foi realizada a execução remota de aplicativos, ações de captura de tela estática (screenshot), visualização e gravação em tempo real da tela do usuário (screenshare), tudo isso sem que o usuário pudesse perceber”, detalha o superintendente de Fiscalização da Anatel, Hermano Tercius.

Hoje, aparelhos de telecomunicações dependem de comprovar padrões mínimos de segurança para conseguirem a homologação da Anatel e serem comercializados regularmente, o que não ocorre com os aparelhos de TV box avaliados. Tanto a comercialização quanto a utilização dos equipamentos não homologados podem render de advertência ou multa de no mínimo R$ 110.

Nos últimos dois anos, cerca de 5,6 milhões de produtos não homologados foram retirados do mercado, com valor estimado em R$ 496,3 milhões, segundo a Anatel. Desses aparelhos, aproximadamente um milhão eram TV boxes.

Fonte: O Tempo

Avatar

Revista Celebridades

DIRETOR RESPONSÁVEL Alexandre Platcheck MTB: 58.402/SP Whats: (12) 97405-0109 Os artigos, colunas e anúncios, não expressam necessariamente a opinião da Revista CELEBRIDADES.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *